Home > Notícias do Brasil
Vice-Ministro da Cultura e Turismo da China participou da IV Reunião de Ministros da Cultura do BRICS
2019/11/02

A convite do Ministério da Cidadania da República Federativa do Brasil, o senhor Zhang Xu, Vice-Ministro da Cultura e Turismo da República Popular da China, participou da IV Reunião dos Ministros da Cultura do BRICS. O encontro foi realizado no dia 11 de outubro de 2019 no Museu Oscar Niemeyer, em Curitiba - Paraná. O evento foi um ato preparatório para a XI Cúpula entre os Chefes de Estado do BRICS que será realizada nos dias 13 e 14 de novembro, no Palácio do Itamaraty, sob o lema “BRICS: crescimento econômico para um futuro inovador”. Este ano, o Brasil está na presidência rotativa do bloco e tem a responsabilidade de conduzir reuniões e organizar os eventos oficiais.

Também compareceram à reunião os ministros ou representantes das entidades de cultura do Brasil, Rússia, Índia e África do Sul, são eles: o senhor Ministro da Cidadania, Osmar Terra; o Diretor-Geral do Departamento de Museus e Relações Exteriores da Federação Russa, Vladislav Kononov; o Ministro da Cultura da Índia, Prahlad Singh Patel e a Vice-Ministra de Esporte, Artes e Cultura da África do Sul, Nocawe Manfu. Além das autoridades acima mencionadas, as seguintes personalidades também marcaram presença no encontro: o secretário especial da cultura, Ricardo Braga, o secretário de comunicação social e cultural do Paraná, Hudson José, o secretário de economia criativa da pasta, Cezar Schirmer; o secretário da justiça, família e trabalho do Paraná, Ney Leprevost; os presidentes da bienal de Curitiba, Luiz Ernesto Meyer Pereira; do museu Oscar Niemeyer, Juliana Vosnika; e da fundação cultural de Curitiba, Ana Cristina de Castro; a deputada federal Aline Sleutjes; o deputado estadual Rubens Recalcatti; o Ministro Conselheiro da Embaixada da República Popular da China no Brasil, Shu Jianping e o cônsul-geral da Índia em São Paulo, Amit Kumar Mishra.

Crescimento e Cooperação

Durante a reunião, o senhor Ministro da Cidadania do Brasil Osmar Terra propôs que os países do BRICS se unam para capacitar empreendedores culturais com o objetivo de criar novos negócios em economia criativa. Neste sentido, sugeriu que os representantes culturais se aproximem do Grupo de Trabalho da Economia Digital do Conselho Empresarial do BRICS para a realização de uma primeira edição de rodada de negócios, envolvendo empreendedores e gestores culturais para debates e capacitação.

O ministro Terra também falou sobre a importância da parceria entre o setor público e o privado. Ele indicou, por exemplo, a possibilidade de criação de uma plataforma para divulgação de conteúdo audiovisual do BRICS em um canal de TV por assinatura. Ao final, Terra convidou os países integrantes do grupo a designarem até cinco empreendedores da economia criativa para estarem em Brasília, em agosto de 2020, para participarem do MICBR. Criado em 2018, o evento é vitrine das indústrias criativas brasileiras com rodadas de negócios, capacitação, apresentações e feiras, entre outros.

Aprofundar a Integração

Com o objetivo de aprofundar a integração, os demais países também apresentaram suas propostas. O vice-ministro da China destacou a importância de desenvolver a indústria do turismo para potencializar o crescimento da indústria cultural, incentivando a transformação e o desenvolvimento criativo da cultura tradicional. Segundo Zhang Xu, é preciso promover um novo ciclo de relações internacionais com respeito, cooperação e ajuda mútua, colaborando para a construção de um futuro comum para toda a humanidade com “Integração de Cultura e Turismo” (Cultura + Turismo). O desafio será criar uma plataforma e um mercado mais amplos para cooperações culturais, de modo que beneficiem mais pessoas.

O ministro da Índia propôs ampliar a cooperação no campo literário, com um evento literário do BRICS, além do incentivo à tradução e maior divulgação de obras de autores dos países integrantes.

A vice-ministra sul-africana destacou a importância de projetos bilaterais desenvolvidos entre países do bloco e ainda sugeriu a criação de um Festival de Música do BRICS, com artistas de todos os países. A Rússia, que assumirá a presidência pro-tempore do bloco em 2020, falou sobre a importância da cooperação na área de museus e patrimônio.

No término da reunião, todos os representantes assinaram a Declaração de Reunião e a Carta de Intenções em Economia Criativa para os países do BRICS e concordaram em seguir trabalhando para aprofundar as relações de cooperação na área da economia criativa.

Suggest To A Friend:   
Print